Nyamas

As "observâncias" (niyama) constituem a segunda etapa do Yoga. Segundo Michael, T. (1976), enquanto os yamas eram de forma negativa e versavam principalmente sobre a harmonização das relações do homem com a sociedade humana e o mundo dos seres vivos em geral, os niyamas são de forma positiva e construtiva e visam à organização da vida interior, pessoal. Impor limites ao comportamento exterior não é suficiente, é preciso reestruturar a personalidade profunda por meio de cinco "observâncias", que devem ser praticadas regularmente, dia após dia.

Taimni, I.K. (1996) complementa afirmando que a diferença na natureza das práticas prescritas para que ocorram as mudanças necessárias no caráter do sadakha (aspirante ao caminho espiritual) é que, em yama, as práticas incluídas são, de maneira geral, morais e proibitivas, enquanto as de niyama são disciplinares e construtivas.

As cinco observâncias: Sauca (purificação), Santosa (contentamento), Tapah (disciplina), Svadhyaya (auto-estudo) e Isvara-pranidhana (auto-entrega / consagração a Deus).

Sauca
Purificação / Pureza
Aquele que deseja ser um yogin não deve apenas restringir-se à limpeza corporal externa, mas proceder à purificação interior dos seus órgãos, pela correta regulação do seu modo de vida.
Michael, T. (1976) afirma que uma grande atenção deve ser dada a alimentação. Logo de início as bebidas alcoólicas devem ser excluídas, pois criam uma perturbação mental e rigidez física. De uma maneira geral, distingue-se três tipos de alimentação:

1- Sáttvica - contribui para a longevidade, a inteligência, força, saúde, felicidade e o bom humor. É uma alimentção saborosa, suave, substancial e aprazível. Como exemplos podemos citar: cereais (trigo, arroz, cevada, etc...), todas as formas de lentilhas, o leite e seus derivados, a manteiga clarificada (ghi), frutas, mel, legumes e água pura.
2- Rajásica - alimentação amarga, ácida, salgada demais, muito quente, temperada, ressecada, irritante, que gera dor, desordens físicas e mentais.
3- Tamásica - alimentação tamásica é aquela que perdeu seu valor (cozida por mais de 3h, insípida, fétida, requentada de véspera ou ainda os restos deixados por alguém. Nesse grupo encontramos os alimentos conservados, a carne e o peixe.

Segundo Taimni, I.K. (1996), a purificação dos veículos mais sutis, que servem de instrumentos para a expressão dos pensamentos e das emoções, é produzida por um processo diferente e mais difícil. No caso, as tendências vibratórias vão se modificando gradualmente, com a exclusão de todos os pensamentos e emoções indesejáveis da mente, os quais são substituídos, de forma constante e persistente, por outros de natureza mais elevada e mais sutil. À medida que as tendências vibratórias desses corpos vão mudando, muda também, pari passu, sua matéria, e, depois de algum tempo, se o esforço prossegue por um período de tempo suficiente, os veículos estarão adequadamente purificados.
Outra recomendação no sistema hindu de cultura espiritual para purificação dos veículos mais sutis é o constante uso de mantras e orações. Estes fazem com que os veículos vibrem, quase sempre em altíssimos níveis de frequência, produzindo um influxo de forças espirituais vindas dos planos superiores. O movimento daí decorrente, dia após dia, vai limpando, por assim dizer, todos os elementos indesejáveis dos diferentes veículos.

Importante lembrar que isso não acontece por si mesmo; tem-se que passar por muitos exercícios purificatórios, dia após dia, por longos períodos de tempo.



Santosha
Contentamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário